Fotografar para conservar: novas ferramentas de imagem potencializam a conservação

Com mais de 70 votos, o animal da foto foi identificado como um Rinoceronte Branco através do site InstantWild (Foto: Divulgação)

Ao listar as vinte mais modernas e poderosas ferramentas de conservação que foram apresentadas durante o último Congresso Mundial de Parques, o blog da Escola de Silvicultura e Estudos Ambientais da universidade norte-americana de Yale incluiu exemplos que fazem uso da fotografia.

Uma delas é o Instant Wild, um sistema de armadilhas fotográficas localizadas em áreas protegidas que captura e envia imagens em tempo real via satélite. Na outra ponta, através de crowdsourcing, pessoas ...

Leia mais

Fogo e prevenção: lições a serem aprendidas com a APA do Tocantins que é campeã de incêndios

Paulo André Vieira

Rio Caiapó, localizado dentro da APA Leandro (Ilha do Bananal/Cantão) (Foto: Fábio Brega Gamba/gesto.to.gov.br)

Por dois anos consecutivos, dentre todas as Unidade de Conservação federais e estaduais, a campeã de focos de queimada no primeiro semestre foi uma unidade estadual, a APA Leandro (Ilha do Bananal/Cantão). Esta Área de Proteção Ambiental (APA) fica situada na parte oeste do estado do Tocantins e faz divisa com o Parque Nacional do Araguaia. Com uma área de cerca de 1,7 milhão de hectares, é a maior unidade de ...

Leia mais

Pesquisa aponta aceleração de desmatamento na Reserva Extrativista do Alto Juruá

                                 Vandré Fonseca

Operação Espera, realizada em novembro, para combater caça e desmatamento na região do Rio Juruá. Foto: Luís Lopes/Ascom Ibama

Estudo com 80 famílias de 15 comunidades da Resex Alto Juruá, no Acre, aponta desmatamento em aceleração. A Unidade de Conservação de Uso Sustentável ocupa 538 mil hectares (área pouco menor do que o Distrito Federal), perto da fronteira com o Peru. Criada em 1990, foi a primeira reserva extrativista do país.

O autor do trabalho é Josimar Silva Freitas, doutorando em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, pela ...

Leia mais

Queimadas em Unidades de Conservação dobram no primeiro semestre de 2015

Número de focos de incêndio mais que dobrou em 2015. Foto: Marcio Vieira / Arquivo Secom-TO

O Brasil está queimando mais em 2015, segundo dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). O número de focos de queimadas e incêndios florestais dentro de Unidades de Conservação federais e estaduais no primeiro semestre mais que dobrou em relação ao mesmo período de 2014. Este ano já foram identificados 10.036 focos de incêndio no período entre 1º de janeiro e 22 de junho de 2015, enquanto em 2014 havia 4.798, um aumento ...

Leia mais

Parque Nacional de Pacaás Novos é barreira ao desmatamento em Rondônia

Comparação do desmatamento em Rondônia. Foto: Satélite

Em um país que desde 1988 já desmatou o equivalente a quase 50 milhões de campos de futebol só na Amazônia, não é difícil imaginar o quão pior seria a devastação se 18% do território brasileiro não estivesse protegido por Unidades de Conservação. Em Rondônia, um dos estados da região mais afetados pelo desmatamento, o Parque Nacional de Pacaás Novos é um desses guardiões da floresta.

Colhidas pelos satélites do programa Landsat, duas imagens mostram o efeito ...

Leia mais

Parte II: IMAFLORA 20 anos: O sonho de criar uma verdadeira economia florestal em áreas protegidas

Foram vinte anos de desafios e superações, agora, após adquirir sua maioridade, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (IMAFLORA) sonha alto e grande: a meta é criar um plano nacional que envolva as cadeias produtivas de todas as unidades de conservação (UCs) federais e estaduais. Uma ambição de consolidar uma verdadeira economia florestal no Brasil.

O engenheiro agrônomo e gerente de projetos do IMAFLORA, Roberto Palmieri, compartilha deste sonho e anuncia os próximos passos do instituto. “Queremos criar uma campanha nacional com a Coalizão Pro-UCs para que o consumidor ...

Leia mais

IMAFLORA 20 anos: Como tudo começou na floresta nacional do Tapajós

Imaflora. Créditos: Divulgação

Nascido no bojo das discussões de como inserir a preservação de recursos naturais a uma perspectiva econômica em meados da década de 90, o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (IMAFLORA) completa, em 2015, 20 anos relembrando quando tudo começou na floresta nacional do Tapajós, na Amazônia.

Ao invés de ociosas, as extensas áreas verdes na Amazônia – bioma que ocupa metade do território brasileiro –, podem servir de trunfo econômico para o país dono da maior floresta tropical do mundo ...

Leia mais

Ajuste fiscal pode pôr em risco preservação de áreas protegidas, alerta Philip Fearnside

Philip Fearnside luta para preservar as áreas protegidas no Brasil. Créditos: Divulgação

A onda de cortes em gastos previstos no Orçamento deste ano, que deve ultrapassar a R$ 70 bilhões, pode colocar em risco a manutenção de áreas protegidas no Brasil.

O ajuste fiscal promovido pela equipe econômica da presidente Dilma Rousseff poderá atingir em cheio a sobrevivência de unidades de conservação (UCs). Esta tem sido a grande preocupação do biólogo americano Philip Fearnside radicado no Brasil há quatro décadas.

“Sabemos que o meio ambiente não é prioridade para ...

Leia mais

O desafio de incluir as reservas extrativistas no Cadastro Ambiental Rural

A Reserva Chico Mendes é uma das 89 reservas extrativistas do Brasil. Créditos: Leonardo Milano - ICMBio

Após anunciado o adiamento do prazo para o Cadastro Ambiental Rural (CAR), o grande desafio ainda está em cadastrar as 89 reservas extrativistas espalhadas por 17 estados no Brasil. Juntas, elas somam 14 milhões de hectares.

A RESEX é uma área utilizada por populações tradicionais que vivem do extrativismo de produtos da floresta e complementam a renda com a agricultura de subsistência e criação de animais de pequeno porte.

O grande objetivo de uma RESEX é proteger não apenas a ...

Leia mais

Projeto de lei pioneiro quer reduzir atropelamento de animais no país

Mais um caso de atropelamentos nas rodovias. Onça parda foi encontrada no munícipio de Pontal do Paraná, na PR407. Créditos: Polícia Ambiental/Divulgação

Uma onça parda foi encontrada atropelada na manhã do dia 5 de maio, na rodovia PR 407, município de Pontal do Paraná, litoral do estado. Os moradores chegaram a socorrer o animal, mas ele morreu. A cena é recorrente nas rodovias brasileiras. Pela estimativa mais recente, no Brasil morrem atropelados cerca de 475 milhões de animais vertebrados por ano.

Calculado por especialistas do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de ...

Leia mais

Arquivos anuais




WWF-BRASIL NA INTERNET



PARCEIROS

  • ICMBio - Instituto Chico Mendes
  • Cadastro Naciona de Unidades de Conservacao
  • Ministerio do Meio Ambiente


WWF